REFÚGIO

comunicação, tecnologia e outros devaneios

Tecnologia e Internet (for Dummies)

leave a comment »

Se classificar você como um leito em computadores é ser eufemista, pois você consegue ser muito mais ignorante que isso, este curso intensivo sobre computadores visa deixar você a par de conceitos sobre internet, arquivos, aparelhos e outras considerações que envolvem computadores. Dessa maneira, você não precisará mais esboçar seu sorriso amarelo quanto todos, mas todos, a sua volta falarem sobre a grande rede mundial e só você fica de fora, sentindo-se como o Lulu Santos, uma mola encolhida. Essa iniciativa faz parte do programa “SOS Joel – Você pode me ajudar?” e foi ministrado por Joel Minusculi. Se mesmo depois destas breves explicações você ainda não conseguir discutir estes assuntos, não se reprima. Desenvolva a habilidade de conversar com o seu cachorro e arranje outra forma de dominar o mundo.

Atenciosamente.

Karis Koser – Gerente de Vendas do Curso “Tô na Rede”.

Como o Hardware interfere na produção de notícias? E no consumo destas?

O Hardware é a parte física do computador, ou seja, tudo que o compõe. Monitor, CPU, teclado, gravadores de cds, dvds, caixas de som, etc. Dessa forma, quanto mais completo for o aparelho em que você trabalhar, menos limitada poderá ser a sua produção de notícias. Ou seja, o equipamento da qual você dispor poderá proporcionar criação de matérias em áudio, vídeos, fugindo do padrão escrito. Entretanto, tanto quanto na produção, a veiculação destas implicará que os receptores disponham de parte de tais equipamentos para poder consumi-las.

A internet é o espaço da segmentação. Essa afirmação significa que todo e qualquer conteúdo pode ser postado na internet? Como qualificar o conteúdo da rede?

Não são todos os conteúdos disponíveis na internet dignos de confiança, e a credibilidade do material online vem sendo debatida há bastante tempo. Buscar informações de sites com fontes oficiais, reconhecidas e não optar pelo primeiro site que se encontra são maneiras de evitarmos equívocos e erros na busca de conhecimento.

O que significa web 2.0 e qual a sua influência sobre a prática jornalística no início do século XXI?

Antes de entrarmos no conceito de web 2.0, é preciso entender o que web 1.0 significa. Esta é a web da evolução, quando começou a disponibilização de material na rede para o acesso das pessoas, sob os mais diversos fins. As pessoas precisavam de algum conteúdo e podiam acessar a internet para procurá-los. Web 2.0 encontra-se a um patamar acima, pois as pessoas deixaram de ser apenas espectadores e passaram a fazer parte de todo o processo. É a web participativa, autônoma, com muita interatividade. Os usuários passaram a poder criar estes conteúdos e lançá-los. Em outras palavras, ficou possível ao público online não apenar olhar, mas produzir materiais que ficaram disponíveis nos mais variados sites. A influência disto no jornalismo neste início de século é facilmente observada, uma vez que ficou possível a grande maioria dos internautas a produzir seu material que leva, muitas vezes, o valor de jornalístico, sem necessariamente o ser. Facilitou para que muitos estudantes de comunicação formassem seu próprio meio de comunicação e entendessem como se dá a criação dele, da forma ao conteúdo.

Características que diferenciam o texto para a mídia impressa e para web:

O texto para veículos impressos apresenta-se de forma linear, o que não acontece com o da web, pois o leitor encontrará, atalhos, janelas, para maiores informações sobre o assunto em questão, podendo ir a outras páginas a partir da primeira em que esteve. A usuabilidade do texto online é maior em virtude disto. Também temos a hipertextualidade, que é o uso dos links, capaz de remeter os leitores aos mais diversos endereços ou quadros para aprofundar o tema em questão.

O que é podcast e para quê serve?

Os podcasts são também chamados de podcastings, arquivos de áudio transmitidos pela rede. Possibilita aos internautas oferecer seleções de músicas ou discutir sobre os mais variados assuntos, como ocorre nos blogs. A palavra que determina esta nova tecnologia vem da fusão de iPod (toca-MP3 da Apple) e broadcast (transmissão via rádio).

Além de proporcionar a divulgação de diversos temas, os podcasts tiram os ouvintes da grade de programação. Os arquivos, baixados em computadores ou tocadores portáteis, podem ser ouvidos em todos os momentos.

Quais os fatores que limitam a produção de notícias para a web?

É uma questão que envolve diversos fatores. O primeiro dele relaciona-se ao conhecimento e potencial necessários para que material jornalístico online seja produzido, é imprescindível saber como criar e disseminar o que se faz. Também é preciso que se tenha equipamento para tal, o que nos remete à temática da inclusão tecnológica nesse século. Finalmente, temos a questão da ética e da responsabilidade, essenciais, e que deveriam ser inerentes a qualquer produção de notícias.

O que é uma notícia multimídia?

Como o conceito já diz, multimídia significa mais de uma mídia, ou seja, uma notícia transmitida por mais de um meio. Na internet, é possível a recepção de notícias através de textos, arquivos em áudio, vídeos, ou seja, uma mesma notícia pode chegar ao público de diferentes maneiras.

De que forma a internet pode prejudicar ou comprometer o trabalho jornalístico?

Novamente na discussão que compreende ética e responsabilidade, a difusão e proliferação da internet, o fácil acesso e a demanda de procura. Uma vez que fica cada vez mais fácil o uso da mídia online, cria-se, por assim dizer, uma facilidade em transmitir conteúdos que não tenha veracidade, não sejam éticos e/ou não tenham preocupação social. Se ficou possível à grande maioria o uso da internet, seria equívoco acreditar que todo o material disponível hoje seja feito com propriedade e credibilidade. Essa demanda pode banalizar o trabalho jornalístico e destituí-lo da confiabilidade que outrora teve.

Conceitos:

Weblog: é uma página que se iniciou na forma de diário, organizando-se do mais recente ao mais antigo. A estrutura de hoje continua a mesma, mas o conceito de diário foi abandonado. Um weblog é feito geralmente por uma pessoa, onde ela vai escrever sobre o assunto que desejar e disponibilizar o material que pretender, podendo abrir espaço para comentários daqueles que o visitarem.

Fotolog: página que, assim como o weblog, é feita por uma só pessoa, onde ela colocará fotos de qualquer tema que desejar. Também pode possibilitar espaço para comentários daqueles que vêem as fotos veiculadas.

Flick: arquivo de imagens, uma conta ou banco de dados que armazena/hospeda fotos, podendo ser usado para a distribuição delas também

Tag: linha de comando que serve para indicar e classificar um conteúdo na internet, dentro de um banco de dados.

Filtros: filtro de informações, serve para barrar o acesso de conteúdo ilegal ou proibido em determinado lugar.

Marcadores: identificadores, marcadores da rede.

Compressão de arquivos: é diminuir o tamanho de arquivos, possibilitando que sejam agrupados depois em um arquivo só, de acordo com tema ou outra definição.

Mailling: listas de contatos que existe nos emails.

Website: um endereço na internet, um conjunto de várias páginas sobre qualquer assunto e com qualquer fim.

FTP: gerenciamento, o tráfego por onde os arquivos transitam. Pode ser de download ou envio de arquivos.

Página da internet: como as páginas de um jornal, é uma página na internet, o conteúdo existente na tela que se encontra na frente do usuário, a divisão dos websites.

Portal: vários websites juntos, agrupados.

MPG e WMV: formatos de vídeo, com algumas diferenças técnicas entre si.

TIIF: formato de imagem mais compactado, modo mais diminuído.

WAVE: formato de som, tamanho normal.

MP3: formato de som com as músicas compactadas, diminuídas para que possam ser passadas pela internet. Quando tocadas, entretanto, ficam em seu tamanho original.

HTM e HTML: formato da página da internet, código para programá-las. Atua como se fosse um idioma.

PDF: formato dos documentos.

Anúncios

Written by Joel Minusculi

outubro 11, 2007 às 5:41 am

Publicado em Artigo, Internet, Projeto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s