REFÚGIO

comunicação, tecnologia e outros devaneios

Sobre blogueiros e jornalistas

with 14 comments

Update: O Rogério, no blog Monitorando, viu que eu estava espumando por causa das peças publicitárias do Estadão e explica melhor as coisas.

Update: Já o Sedentário & Hiperativo compra a briga: “Relaxem diretores do Estadão. Não somos [os blogueiros] tão perigosos assim… Ou será que somos!?”.

Parece que há setores da sociedade que têm visão de futuro ou de desenvolvimento. Posso estar muito enganado, ou talvez inebriado por códigos binários, mas a campanha do Estadão desmerecendo os blogs não foi nada simpática. Nas propagandas veiculadas em impressos e televisão é colocada em cheque a confiabilidade da informação publicada nos blogs.

Não é surpresa um veículo conservador e puritano como o jornal O Estado de São Paulo (das poucas edições que pude ler, ao comparar com a Folha de São Paulo, foi a impressão mais marcante) faça algo do tipo. Talvez seja uma afronta direta contra o portal da UOL, que oferece um dos melhores serviços nacionais de hospedagem de blogs, ou contra o G1 – portal da Globo –, que investe muito na prática da blogagem.

É o medo da mudança e a falta de tino jornalístico para com o desenvolvimento que confirma a hipótese levantada pela revista The Economist, quando ela questionou “Quem matou os jornais?” (Who killed the newspaper? Economist, August 24th, 2006). Os impressos precisam urgentemente mudar e encontrar parcerias, e não inimigos, nos novos meios. Precisam adicionar uma palavra chamada convergência de meios, algo que os blogs fazem muito bem.

Há mais de uma década que os blogs deixaram de ser território exclusivo de pessoas adeptas do “miguxês”. Hoje, eles são instrumentos de perpetuação de informações, com um caráter espontâneo e dinâmico. É possível até arriscar dar o título de meio mais promissor em nosso tempo atual.

Graças a quase três anos dedicados à pesquisa e crítica de mídia, vi que os jornais e jornalistas também erram, não só ortograficamente. Que a mídia impressa também peca em levantamentos, que o “copiar e colar” também está presente (para quem já leu o primeiro capítulo de “A arte de fazer um jornal diário”, do blogueiro Ricardo Noblat, sabe do que eu estou falando… Aliás, o blog do Noblat já esteve vinculado ao portal do Estadão).

Seria engraçado, se não fosse desanimador. Como não podia deixar de ser, a campanha provocou a blogosfera e, consequentemente, muitos posts, como este. Firmo aqui minha opinião: eu acredito no potencial dos blogs, só não sei mais se o jornalismo impresso tem salvação enquanto ele não se adaptar aos novos tempos.

[+] Fiquei sabendo do assunto através do blog Brainstorm #9

Joel Minusculi
Que, ultimamente, encontra muitas afrontas contra blogs em seu caminho.

Written by Joel Minusculi

agosto 12, 2007 às 5:18 am

Publicado em Internet, Opinião

14 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Eu também acredito na força do blogue. Ele é muito interativo e criativo, só não gosta ou tem medo quem nunca realmente explorou essa ferramenta.

    Todos têm medo do diferente, do novo… Poucos são aqueles a frente de seu tempo e com audácia suficiente para provar a utilidade da sua ideologia, no nosso caso: o blogue.

    O Estadão não está com nada! Ainda mais depois desse videozinho ridículo… O que tal jornal acha que é?! “O JORNAL”!?!

    Deve ser mesmo piada!!! E há sim responsabilidade na publicação de matérias via blogues, eles é que não sabem disso!

    😉

    Raquel Elena

    agosto 12, 2007 at 5:50 am

  2. […] Minusculi radicaliza e ataca a postura do Estadão, a quem atribui a campanha ao “medo da mudança e falta de tino jornalístico para com o desenvolvimento” . Discordo. O Estadão não parece ter medo da mudança, ele já prepara a mudança, seu portal […]

  3. Joel,
    vou te resumir em poucas palavras.
    Isso é medo de perder território. Imagina se realmente o impresso acabar? Já era o tão famoso jornal que escreve porcarias cheias de clichês como “Amor nos tempos do YouTube”. Aliás, v~e se lê aquela bosta.
    HAHAHAHAHAHAH

    Felipe

    agosto 12, 2007 at 8:27 am

  4. Que desafio, ein Joel? Mas acho que tem espaços para todos, impressos e blogs são veículos diferentes e não precisa haver comparação, só respeito. O medo de enfrentar as mudanças faz de quem ainda concentua os blogs dessa forma preconceituosos e ignorantes.

    Marina

    agosto 12, 2007 at 10:17 am

  5. Joel, o importante nisso tudo é dialogarmos mesmo. Os blogueiros e os que se interessam por essa questão. A solução não está em um mas em mais. Colaboração, inteligência coletiva, solidariedade, composição.
    Uma idéia aqui, outra acolá.
    Além disso, penso que os blogueiros precisamos pensar mais nesse assunto da credibilidade. Tem tudo a ver com o que eu lhe dizia sobre as estratégias para enfrentar a TI…

    rogério christofoletti

    agosto 12, 2007 at 11:31 am

  6. O próprio Estadão se colocou numa posição complicada. A atitude do jornal, mediante sua campanha publicitária, é retrógrada e intransigente. No entanto, não acredito que tenha como mote a questão do jornalismo impresso estar próximo do fim. Isso é balela, por mais que novas tecnologias e recursos apareçam. Não estamos falando de algo como o “disco de vinil” ou a máquina de escrever. A internet ou os blogs ainda terão um longo, longo caminho, até substituirem o jornalismo impresso, por mais que o Noblat acentue isso. Acredito na força e importância dos blogs, como veículo de comunicação. No entanto, na Internet, é preciso saber o que pesquisar e o que dar crédito. Credibilidade e confiança não se acha em qualquer página da web por aí. Talvez seja essa a razão de tanta desconfiança em relação aos blogs.

    Waltrick

    agosto 12, 2007 at 11:45 am

  7. Me atualize! O seu blog do zip.net não é mais atualizado é isso?

    Wagner

    agosto 12, 2007 at 12:02 pm

  8. […] > No Refúgio de um Foragido, o Joel larga os cachorros em uma campanha publicitária do Estadão. […]

  9. Que ótimo eu sou tão desligada que acabei indo no seu antigo blog. OK! zaro p/ mim!
    hauiahuahuihauiauia!
    Acho melhor eu arrumar o link
    :*

    Jessi

    agosto 13, 2007 at 7:52 am

  10. blog = democratização da informação = declínio dos impérios de comunicação… é um tanto quanto óbvio que grandes redes de comunicação vão lutar contra a credibilidade dos blogs de pessoas anonimas, assim elas não conseguem força para ameaçar os impérios…

    Thiago Floriano

    agosto 13, 2007 at 10:36 am

  11. […] Sexta-Feira Agosto 17th 2007, 2:18 am Arquivado em: Opinião, Internet Ainda na discussão da campanha publicitária do Estadão dos blogs, o pessoal da Banda Podre bolou uma resposta muito […]

    Refúgio de um Foragido

    agosto 17, 2007 at 2:19 am

  12. […] rogério christofole… on O trocoRaquel Elena on O trocoRefúgio de um Forag… on Sobre blogueiros e jornalistas…Thiago Floriano on Afinal, eles são homens ou ra…Teresa on […]

    Refúgio de um Foragido

    agosto 20, 2007 at 10:40 pm

  13. […] e de desenvolvimento. Posso estar muito enganado, ou talvez inebriado por códigos binários, mas a campanha do Estadão que desmerece os blogs não foi nada simpática. Nas propagandas veiculadas no começo dessa semana em impressos e […]

  14. caro señor Joel.

    un gran abrazo

    Esteban

    outubro 25, 2007 at 7:27 am


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s