REFÚGIO

comunicação, tecnologia e outros devaneios

A mídia nos tempos da internet

with one comment

(983kB) Ouça o texto.

Metamorfose binária
Joel Minusculi para o Monitor de Mídia.

Na internet, assim como na natureza, nada se perde e tudo se transforma, ou melhor, se configura. Os dados que transitam pelas redes são voláteis, não seguem um modelo tradicional e podem se apresentar na forma mais atraente aos usuários. A sociedade ainda dá seus primeiros passos nessa estrada pavimentada por seqüências numéricas e se deslumbra com as possibilidades disponíveis.

Antigamente, na visão dos já imersos na praticidade da grande rede mundial, para cada meio específico a informação tinha uma cara diferente. Nos impressos, o texto era predominante. O rádio surgiu com o áudio como plataforma exclusiva. Já a televisão apresentou através de imagens e movimentos a iniciativa mais precursora na conjugação dos modelos anteriores. Mas ainda faltava a interatividade.

Hoje, com a expressão “convergência de meios” na moda, a internet concentra a mídia e os bancos de dados em um único lugar, acessível de qualquer ponto com uma conexão. Mas não pára por aí, pois a internet desenvolveu seu sistema ao ponto de uma segunda versão, a 2.0, que incentiva a participação e a construção coletiva. Além disso, já é discutida a terceira geração desse meio, que surge como uma extensão dos gostos e vontades humanas dentro do mundo virtual.

É como se a internet fosse um cérebro da grande comunidade virtual, em que cada usuário faz o papel de um neurônio e a conexão dos impulsos elétricos entre as células. Esse sistema produz e absorve informações em larga escala, através das plataformas que atuam como os sentidos humanos. A internet se consolida como um sistema de processamento e armazenagem. E, diferente dos outros meios, a informação contida neste espaço pode ser trabalhada de acordo com a vontade do internauta.

Os textos não precisam ser lineares. As idéias podem ser apresentadas de forma resumida, com o desdobramento de termos ou complementos através dos hyperlinks. Até a criação e manipulação desse tipo de conteúdo é dinâmica na internet, já que em poucos cliques, por exemplo, alguém pode copiar informações em um verbete da Wikipedia, colar em seu blog, cortar algumas sentenças que julga desnecessárias, mudar a ordem de outras e adicionar comentários pessoais. Neste processo, há a preservação da essência, mas não do estilo.

Sons e imagens servem de complemento e alternativa de expressão ao conteúdo do texto. Graças ao desenvolvimento da velocidade das redes, hoje é possível compartilhar com todo o mundo, praticamente em tempo real, um flagra de uma modelo famosa com o namorado na praia, por exemplo. E, depois disso, entrar em fóruns de discussão e trocar gracejos sobre a situação.

Graças à capacidade de replicação do conteúdo da rede, através de downloads e o famoso “ctrl+c e ctrl+v”, a informação é de certa forma eterna na rede. Além de poder estar hospedada em algum servidor, os próprios usuários podem ter cópias, sejam elas legais, ilegais ou open source. Tudo para disponibilizar mais tarde na melhor forma que o usuário precisar.

Esse panorama parece caótico sob qualquer ótica, já que a evolução geral corre a passos mais largos do que o reconhecimento científico de cada detalhe. Para o pleno aproveitamento das possibilidades variáveis, as pessoas que manipulam a informação com e na internet necessitam mais do que habilidade, precisam de consciência e perspectivas de sua aplicação para o mundo real.

Written by Joel Minusculi

agosto 11, 2007 às 11:17 pm

Publicado em Artigo, Internet, Projeto

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Como estou com preguiça de ler, tentei ouvir o texto como o próprio sugere… Nada feito! 😦

    Me levou até a página da Univali e me mostrou o texto na íntegra… Sinistro! 😉

    Raquel Elena

    agosto 12, 2007 at 1:32 am


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s