REFÚGIO

comunicação, tecnologia e outros devaneios

Bolinho de Arroz

leave a comment »

Bolinho

Ingredientes básicos

– 2 xícaras de arroz, preparadas a mais de 24 horas
(ou seja, o que sobrou de uma refeição do dia anterior)

– 3 ovos
(e que não me venha o Vinicius com a história dos ovos dele…)

– 4 colheres de sopa de farinha de trigo
(usa aquela Nordeste, que é melhor)

– 4 colheres de sopa de farinha de rosca
(aquela, feita com pãozinho velho, vendida em padarias)

– Sal a gosto
(ou nem coloque sal, dependendo dos ingredientes complementares)

Ingredientes complementares

O legal do Bolinho de Arroz é que ele é uma receita versátil. Os ingredientes básicos servem como “base” para outros, que podem ser desde queijo ralado, carne moída ou qualquer coisa que sobrou na geladeira (preferencialmente de somente dois dias anteriores ao preparo do bolinho). E é aí que se encontra o segredo: o Bolinho de Arroz pode concentrar uma refeição completa. Além disso, a ordem e a forma que estes ingredientes são postos na massa criam variedades da receita. Normalmente uso queijo ralado e temperos verdes (como salsa e cebolinha), o resto é segredo de cozinha…

Modo de preparar

Deixe o arroz bem solto dentro da própria panela ou vasilha em que ele sobrou. Quebre os ovos (separe a casca do resto…) dentro de um pires a parte e bata-os. De volta a panela, misture o arroz com a farinha de trigo e de rosca. Depois ponha os ovos (os quebrados, ok?) na panela e misture tudo, até ficar uma massa homogênea (sempre quis usar essa palavra nesse sentido). Coloque os ingredientes complementares e misture novamente (pode ser com as próprias mãos!).

Com a massa pronta, coloque óleo numa panela o suficiente para mais ou menos três centímetros de profundidade (jogue um palito de fósforo dentro do óleo, pois quando a temperatura estiver ideal, o fósforo irá acender – só não esqueça de tirar o palito depois). Depois disso, faça pequenas porções da massa, como bolinhos mesmo (se ligou no porquê do nome da receita?). Coloque com cuidado no óleo quente, deixe fritar até dourar e coloque num prato coberto de papel toalha (ajuda a tirar um pouco do óleo).

Acompanhamento

Só um suco (de qualquer sabor) já é o suficiente.

Written by Joel Minusculi

maio 27, 2007 às 7:05 pm

Publicado em Culinária

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s